João Domingues termina 3.ª etapa do Cascais NextGen Tour como vice-campeão

0

PORTO – Está concluída mais uma etapa do Cascais NextGen Tour, com João Domingues a sagrar-se vice-campeão de singulares do torneio Future organizado no Clube de Ténis do Porto. Foi a segunda final disputada pelo jogador português neste circuito, depois de na primeira semana ter chegado à decisão do torneio do Lisboa Racket Centre.

Pela frente na final deste domingo, Domingues teve o já bem experiente Daniel Dutra da Silva (atual número 449.º ATP mas que em 2009 chegou a ser 231.º) pela frente e se o começo do encontro até lhe foi favorável, ao conseguir a quebra no jogo inaugural, o brasileiro rapidamente demonstrou estar em campo para lutar pelo resultado.

Com uma reação rápida, Dutra da Silva começou a desenhar os contornos da recuperação e alinhou seis jogos consecutivos para vencer o primeiro set e se adiantar no marcador. Muito apoiado pelo público que se deslocou ao Clube de Ténis do Porto, Domingues voltou a entrar melhor no segundo parcial e conseguiu uma vez mais o break, só que desta vez o português soube manter a vantagem do seu lado e encaminhou-se para o restabelecimento da igualdade.

Chegados a uma terceira e decisiva partida, os dois jogadores entraram determinados em procurar a “chave” do título e foi o português quem parecia ter encontrado primeiro a solução, ao conseguir um break a 2-1. Mas a reação de Dutra da Silva não se fez tardar e, já na fase mais adiantada do set, a 4-4, conseguiu nova quebra de serviço que lhe permitiu servir e fechar a final com os  parciais de 6-2, 3-6 e 6-4 mais de duas horas após o começo da final.

As cinco vitórias alcançadas no Clube de Ténis do Porto (3 das quais sobre portugueses: Frederico Silva, Fred Gil e João Domingues) permitem a Daniel Dutra da Silva conquistar o primeiro título de singulares da temporada e o 21.º de uma carreira que tem vindo a ser constantemente melhorada em termos de palmarés.

Quanto a João Domingues, disputou pela 5.ª vez em 2017 a final de um torneio Future e perdeu a oportunidade de erguer pela terceira vez este ano o troféu de campeão, mantendo o registo de 6 títulos (os dois deste ano foram ganhos na Tunísia).

A vitória do brasileiro adia também a decisão quanto ao wild card para o qualifying do Millennium Estoril Open, que é entregue pela 3Love (a entidade promotora do torneio) ao tenista português que conseguir melhores resultados no Cascais NextGen Tour e que poderia ser entregue já este sábado a Domingues, dado que o triunfo na final garantia pontos suficientes ao tenista natural de Oliveira de Azeméis para assegurar já o primeiro lugar na “corrida” a esse convite.

Segue-se a derradeira etapa do Cascais NextGen Tour, marcada para o Carcavelos Ténis (onde este fim de semana já arrancou a fase de qualificação).

About Author

gasparlanca@tenis-portugal.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.

Leave A Reply

Licença Creative Commons
O conteúdo produzido pelo Ténis Portugal não pode ser modificado sem autorização por parte do responsável do projeto; para efeitos de divulgação, reprodução e utilização não comercial, requer-se a referência ao Ténis Portugal. Licença Creative Commons Attribution - Non Commercial - No Derivatives - 4.0 International.