Os 8 (potenciais) cabeças de série do Millennium Estoril Open – Pablo Carreño-Busta, 3.º

0

Entre os dias 21 e 28 de abril, apresentamos no Ténis Portugal um artigo diário sobre cada um dos potenciais cabeças de série do Millennium Estoril Open. Potenciais porque, como explicamos neste artigo, a lista ainda pode sofrer algumas alterações.

3.º CABEÇA DE SÉRIE – PABLO CARREÑO-BUSTA

Tal como Richard Gasquet, também Pablo Carreño-Busta conhece bem os cantos à casa. A diferença entre os dois está no resultado das finais que disputaram — o francês venceu a de 2015, o espanhol perdeu a de 2016 –, mas a luta frente ao compatriota Nicolas Almagro valeu a Carreño-Busta muitos elogios a nível nacional e internacional.

Apesar de ter saído do Millennium Estoril Open com o vice-campeonato, Pablo Carreño-Busta encontrou no Clube de Ténis do Estoril a “chave” que mais tarde, mas não muito, lhe viria a permitir conquistar os seus primeiros dois títulos.

Ainda com 25 anos, é o atual número 20 do ranking mas há uma semana até ocupava o 19.º posto, a sua melhor classificação até à data, classificação que para já faz dele o terceiro pré-designado da terceira edição do torneio.

Visto como uma das grandes figuras do ténis espanhol da atualidade, o jogador natural de Gijon, que reside em Barcelona, ainda procura a melhor forma nos torneios do Grand Slam (este ano, na Austrália, chegou à terceira ronda), mas já provou ter muito a dar no circuito ATP e na terra batida tem obrigatoriamente de ser visto como um dos grandes perigos. E Novak Djokovic que o diga: foram precisos três longos e equilibrados sets até que o sérvio se conseguisse desenvencilhar para chegar aos quartos de final do Masters 1000 de Monte Carlo.

About Author

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.

Leave A Reply

Licença Creative Commons
O conteúdo produzido pelo Ténis Portugal não pode ser modificado sem autorização por parte do responsável do projeto; para efeitos de divulgação, reprodução e utilização não comercial, requer-se a referência ao Ténis Portugal. Licença Creative Commons Attribution - Non Commercial - No Derivatives - 4.0 International.