Nastase insulta árbitro, jogadora e capitã adversárias e jornalistas e causa o caos na Fed Cup

0

Está criado o caos numa eliminatória que tinha tudo para ser de festa para o ténis romeno e britânico. Ilie Nastase, o capitão da equipa da casa, já tinha estado envolvido em polémica na cerimónia do sorteio e este sábado, durante os encontros de singulares, insultou o árbitro, Johanna Konta, Anne Keothavong e os jornalistas presentes no recinto. O triste episódio terminou com o ex-jogador expulso do local.

Polémico por natureza, Nastase, que ontem havia questionado a cor de pele do filho que Serena Williams carrega no ventre, voltou a “fazer das suas” e começou por gritar “What’s your f*****g problem?” ao árbitro do encontro entre Johanna Konta e Sorana Cirstea durante a mudança de lado.

A isto seguiu-se uma ofensa ainda mais gravosa, com o capitão de seleção romena da Fed Cup a chamar tanto Anna Keothavong, capitã britânica, como Johanna Konta de “f*****g b*****s”, levando mesmo a tenista adversária às lágrimas e, consequentemente, a uma interrupção do encontro por cerca de 20 minutos face ao sucedido.

Depois, já com Ilie Nastase banido da área (mas não calado, já que chegou ao ponto de insultar os jornalistas que o filmavam na altura em que saía do local), o confronto foi retomado e Konta, que vencia por 6-2 3-1, conquistou cinco jogos consecutivos para fechar a contenda por 6-2 e 6-3 e restabelecer a igualdade na eliminatória, uma vez que Simona Halep havia vencido Heather Watson no encontro inaugural.

As redes sociais, não tardaram a surgir reações de adeptos e jornalistas revoltados com o sucedido, com vários membros da imprensa internacional a afirmarem inclusive que a Roménia deveria ter sido impedida de continuar em jogo, dada a agravante dos comportamentos do seu capitão.

Gaspar Ribeiro Lança com Jorge Marques.

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.