Novak Djokovic cai às mãos de David Goffin em Monte Carlo

0

Pelo segundo dia consecutivo, o torneio de Monte Carlo regista uma baixa de peso. Depois de na quinta-feira Andy Murray e Stan Wawrinka terem ficado para trás, esta sexta foi a vez do sérvio Novak Djokovic, campeão em 2013 e 2015, se despedir nos quartos de final.

Frente a frente com o sempre perigoso David Goffin, Djokovic demorou muito tempo a entrar no encontro e desde cedo se anteviram muitas dificuldades para o número 2 mundial. Apesar de mais habituado a ganhar na terra do principado monegasco, o jogador sérvio não conseguiu apresentar o nível necessário para superar Goffin, que vem cada vez mais a afirmar-se como um jogador de elite, e acabou por perder por 2-6, 6-3 e 5-7 ao cabo de 2h38.

O triunfo alcançado esta sexta-feira traduz-se no primeiro do tenista belga frente a um jogador do denominado Big Four e dá a Goffin a oportunidade de lutar por um lugar na final do Masters 1000 de Monte Carlo. Ainda sem conhecer o seu próximo adversário, já sabe que sairá do encontro entre Diego Schwarzman e Rafael Nadal, nove vezes campeão da prova.

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.