Vasco Costa “confiante” numa equipa que terá a oportunidade de fazer história

0
LISBOA – Foi com a conferência de imprensa do Presidente da Federação Portuguesa de Ténis, Vasco Costa, que chegou ao fim a eliminatória entre Portugal e Ucrânia no CIF – Club Internacional de Foot-Ball, em Lisboa.
Em declarações prestadas aos jornalistas depois da vitória portuguesa por 4-1 numa eliminatória que permite a chegada ao play-off do Grupo Mundial, Vasco Costa disse estar “muito feliz com uma seleção que ao longo dos anos tem vindo a trabalhar cada vez mais e com mais profissionalismo” e que “estamos no caminho certo.”
“Estes jogadores têm feito história com os seus rankings e vitórias, também nos Jogos Olímpicos, com o João e o Gastão a tornarem-se nos primeiros portugueses a vencerem em singulares e pares, e hoje fazem parte da grande história que estamos a viver no ténis português”, disse ainda o Presidente da Federação Portuguesa de Ténis.
“Confiante” na tão desejada chegada ao Grupo Mundial da maior competição anual e internacional por equipas, Vasco Costa disse ainda que caso a eliminatória seja em Portugal, “será obviamente num local maior, com um estádio melhor e eventualmente até em outdoor, é uma hipótese a analisar depois com jogadores e equipa técnica.”
Com “várias hipóteses” de depois de Israel (em fevereiro) e Ucrânia (em abril) receber pela terceira vez em 2017 uma eliminatória da Taça Davis, dado que das 8 adversárias possíveis 4 viajarão a Portugal em caso de calharem com a seleção lusa e outras 4 irão a sorteio, o Presidente da FPT sugeriu ainda a possibilidade de “no caso da Federação já estar instalada, como tudo leva a crer, no Estádio Nacional, se jogar no Centralito” — como referiu, “o contrato de exploração e gestão do Estádio Nacional deverá ser assinado ainda este mês com o Estado.”

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.