João Domingues queria mais mas faz “balanço positivo” da semana de estreia no Cascais NextGen Tour

0

LISBOAJoão Domingues sagrou-se este domingo vice-campeão de um torneio Future pela segunda vez na presente temporada, número que contra-balança com os dois títulos já conquistados. Depois da final no Lisboa Racket Centre, que marcou o início do Cascais NextGen Tour, o número 4 nacional esteve à conversa com o Ténis Portugal sobre o encontro.

“Fui-me adaptando ao piso ao longo da semana mas hoje não joguei bem e não consegui estar adaptado ao piso, o que me surpreendeu porque ontem [meias-finais] fiz um grande jogo e teoricamente era mais difícil que o de hoje”, começou por dizer Domingues, que perdeu por 7-5 e 6-1 numa final que contou com a presença de cerca de 500 pessoas no Lisboa Racket Centre.

“É a segunda final este ano em que não consigo jogar ao meu melhor nível, o que me deixa triste, mas tendo em conta que tive uns problemas de saúde no Algarve e estive parado antes de vir para cá, o balanço é positivo porque consegui ganhar mais 10 pontos e fazer uma final”, disse ainda o vice-campeão do novo torneio Future, que sai na liderança da corrida ao wild card para o Millennium Estoril Open que está em jogo no Cascais NextGen Tour (e é entregue ao português com melhores resultados no conjunto dos quatro Futures).

Na próxima semana, João Domingues estará com a seleção portuguesa a disputar a segunda ronda do Grupo I da Taça Davis, motivo pelo qual não poderá participar no Future do Quinta da Marinha Racket Club. O tenista de Oliveira de Azeméis tem, no entanto, regresso previsto ao circuito Future logo na semana seguinte, no CT Porto, a que se seguirá a participação no torneio de Carcavelos.

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.