Harmony Tan confirma favoritismo rumo à final do Bom Sucesso Ladies Open

0

ÓBIDOS -Estão encontradas as finalistas de singulares do Bom Sucesso Ladies Open 1. Depois de vários atrasados causados pela chuva, os encontros da jornada deste domingo foram transferidos para os campos cobertos do Clube de Ténis das Caldas da Rainha, a cerca de 12km da Bom Sucesso Tennis Academy. Quanto à fase de qualificação do segundo ITF de 15.000 dólares organizado em Óbidos, tem arranque marcado para esta segunda-feira.

Em dia de jornada dupla, a francesa Harmony Tan, de apenas 19 anos e primeira cabeça de série, não sentiu dificuldades em ultrapassar os dois obstáculos que teve pela frente, derrotando num primeiro encontro a alemã Anna Klasen, por 6-2 e 6-1, e depois a espanhola Gutierrez Carrasco, pelos mesmos parciais.

Igualmente em frente seguiu Maria Jose Luque Moreno, que continua a dar-se bem em Portugal. Depois do título conquistado no Lisboa Racket Centre, no Lisboa Women’s Open, em julho, a espanhola afastou a russa Yana Sizikova, quinta pré-designada, num duelo equilibrado quer no primeiro, quer no terceiro set (parciais de 7-6[3], 0-6 e 6-3) e e ainda a segunda pré-designada, a belga Helene Scholsen, por 6-1 e 6-2, para chegar à final, que tem início marcado para as 14h desta segunda-feira, já em Óbidos e ao mesmo tempo que a decisão de pares.

Para segunda-feira estão também marcados os encontros da primeira ronda do qualifying do Bom Sucesso Ladies Open 2. A etapa qualificatória do segundo torneio deveria ter sido iniciada no sábado, mas a chuva não o permitiu. Agora, as previsões apontam para claras melhorias, com o início desta segunda-feira a ser o único período da semana a passar por dificuldades, dado que não deverá constituir problemas de maior para a restante programação do evento.

Ordem de jogos:

OP

Ordem de encontros da fase de qualificação do Bom Sucesso Ladies Open 2:

OP (1)

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.