Todd Woodbridge: “Federer tem caminho livre para voltar a ser número um mundial”

0

Depois do início de ano fantástico que tem vindo a realizar, Todd Woodbridge, ex-número um mundial de pares, campeão de 16 torneios do Grand Slam naquela variante e ainda campeão olímpico nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, não vê porque razão Roger Federer não poderá apontar a um eventual regresso à liderança do ranking ATP ainda em 2017.

Numa crónica escrita pelo próprio para o site Tennismash, o ex-tenista australiano, que se notabilizou enquanto profissional pela parceria de sucesso que formou com o seu compatriota Mark Woodforde, acredita que Federer tem o caminho livre para poder voltar ao topo da hierarquia mundial, citando depois os motivos que o levam a afirmar tal.

“Olhando já mais para a frente, vejo o Roger [Federer] a terminar a temporada confortavelmente no segundo lugar. Mas se o seu corpo se mantiver saudável, e atendendo ao que se está a passar com o momento de forma do Novak [Djokovic] e com o Andy [Murray] a ter de defender imensos pontos na segunda metade do ano, o Roger tem realmente caminho livre com vista o regresso ao primeiro lugar”, apontou em primeira instância.

“Os recordes passaram a ser um dos principais alentos para o Roger neste momento: ele é um bocado parecido com a Serena neste aspeto. Ele estava motivado para conquistar mais um título do Grand Slam e depois do Australian Open deve ter pensado ‘eu posso vencer um 19.º Major’. Também não tenho dúvidas de que ele igualmente acredita que pode voltar a ser número um mundial”, referiu depois Woodbridge.

Leia também:

About Author

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 2.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante da modalidade desde a adolescência.