Jorge Dias volta a ter certificação de árbitro internacional

1

Se por agora Carlos Ramos e Mariana Alves são dois dos maiores embaixadores da arbitragem portuguesa pelo mundo, há uns anos Jorge Dias era rei e senhor dos courts, tendo-se retirado dois anos depois de ter arbitrado a final de Wimbledon.

Recentemente, Jorge Dias anunciou na sua página do Facebook o regresso à categoria internacional da arbitragem, ao ter concluído o curso de White Badge da ITF. Em conversa com o Ténis Portugal, conta que apesar de ter tentado obter novamente a equivalência a Gold Badge, tal não lhe foi permitido, tendo que realizar novamente toda a formação, tendo concluído agora a primeira categoria internacional, apesar de há anos atrás ter ministrado alguns cursos de arbitragem.

Ainda assim, Jorge Dias revela que a maioria desta formação foi sobre o escalões de veteranos, juniores e cadeira-de-rodas, modalidades sobre as quais não se dedicou tanto durante a sua carreira profissional, considerando agora positivo poder ter tido oportunidade de se debruçar mais sobre elas.

A fazer um regresso tranquilo ao ténis, depois de vários anos ao mais alto nível, Jorge Dias pretende dedicar-se a “longo prazo aos mais jovens” de forma a “poder transmitir conhecimentos e experiência aos que estão a iniciar a carreira, tanto a jogadores como a árbitros”, afastando no entanto um regresso ao profissionalismo puro e duro e sobretudo à cadeira de arbitragem.

Apesar do seu principal objectivo ser regressar a Portugal, Jorge Dias não deixa de ser crítico no que toca à falta de oportunidades no país e mesmo considerando ainda estar “desiludido com as injustiças” que sofreu na modalidade, tendo inclusive deixado de dar aulas, quer projetar o seu futuro no ténis, procurando aproveitar as férias deste ano para, em Portugal, poder arbitrar um ou outro torneio, embora tenha já recebido convites de França e do Brasil.

Jorge Dias foi o primeiro árbitro não inglês a arbitrar uma final de Wimbledon (entre Goran Ivanisevic e Patrick Rafter), tendo ainda arbitrado finais de Taça Davis, Fed Cup e 69 finais do circuito ATP e 25 finais do circuito WTA.

Leia também:

About Author

Colaborador desde 2014. Praticou ténis durante mais de dez anos e é o vice-presidente do clube de ténis da sua terra natal, Almeirim, tendo já colaborado com várias publicações da modalidade.

  • Grande Jorge Dias! Deixou saudades no Brasil. Tive o prazer de ser o último árbitro a estar com ele em seu último evento antes da parada. SORTE NO RETORNO!