Martim Leote Prata foi campeão de singulares e vice-campeão de pares na Argélia

0

Foi uma semana (praticamente) perfeita esta que Martim Leote Prata viveu no Grade 5 de Argel, com o jovem português de 16 anos a conquistar o seu primeiro título da carreira na variante de singulares de um torneio do circuito júnior internacional e a sagrar-se ainda vice-campeão de pares ao lado de Tomás Soares.

Começando por Tomás Soares, o jogador luso, também de 16 anos de idade e atual 747.º classificado do ranking de sub-18, realizou uma campanha positiva, vencendo o sexto candidato ao título, o espanhol Sergio Gomez Montesa, logo na estreia (7-6[2] e 6-2) e na ronda seguinte o argelino Toufik Sahtali (6-4 e 7-5) antes de ceder frente ao primeiro cabeça de série, o egípcio Mohamad Gomaa, por 2-6, 7-5 e 6-3.

Já Leote Prata, terceiro pré-designado e número 569 mundial, começou por derrotar dois atletas oriundos da fase de qualificação (o espanhol Mikel Aranzabal — 6-2 e 7-5 — e o tunisino Elyes Marouani — 6-3 e 6-2), tendo depois levado de vencida o sétimo cabeça de série, o marroquino Soufiane El Mesbahi (6-2 e 6-0), e o segundo favorito, o argelino Youcef Rihane (6-7([5], 6-3 e 6-2), para atingir a final. Aí, e naquela que foi a sua segunda final individual em provas desta categoria (a primeira fora no ano passado, no Grade 5 de Erevan), Martim Leote Prata conseguiu ser bem sucedido, batendo o espanhol Ignacio Sandoval Rodriguez pelos parciais de 6-3, 2-6 e 6-4.

Nos pares, Martim Leote Prata e Tomás Soares, que defendiam o estatuto de segundos pré-designados, estiveram perto de vencer o segundo título da carreira (conquistaram no ano transato o título no Grade 5 de Erevan), cedendo na grande final pelos parciais de 6-4 e 6-0 frente aos tunisinos Mohamed Anouar Braham e Adam Nagoudi.

Mais a oriente, na Turquia, Luísa Pelayo, João Martins e David Canavezes disputaram esta semana o Grade 5 de Antália, sendo que foi a primeira quem acabou por ir mais longe. A tenista nacional de 18 anos, 13.ª favorita e 1332.ª colocada da tabela feminina, levou a melhor sobre as turcas Sedef Bilgic (7-5 e 7-5) e Ece Tan (6-1 e 6-2) antes de sucumbir por 6-1 e 6-0 face à grande candidata à vitória final, a turca Basak Akbas.

Na vertente masculina, sortes diferentes para João Martins (1296.º) e David Canavezes (1801.º): o primeiro desistiu na estreia quando perdia por 6-4, 2-6 e 3-1 frente ao nono pré-designado, o turco Berk Ilkel, ao passo que o último ainda somou uma vitória (6-0 e 6-3 ante o wildcard local Mert Guven Antal), tendo depois sido eliminado com os parciais de 6-4 e 6-4 perante o 10.º cabeça de série, o turco Umut Akkoyun.

Leia também:

About Author

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 2.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante da modalidade desde a adolescência.