Roger Federer torna-se no tenista mais velho desde Ken Rosewall a vencer um Grand Slam

0

Como se costuma dizer: “velhos são os trapos”. Pois bem, foi isso que Roger Federer demonstrou na manhã deste domingo ao sagrar-se campeão do Australian Open, conquistando aos 35 anos de idade o seu 18.º título Major e o primeiro desde Wimbledon 2012.

O campeoníssimo helvético, que por chegar à decisão já se havia tornado no finalista de uma prova do Grand Slam mais velho em 45 anos, foi ainda mais longe, sendo o tenista mais velho desde Ken Rosewall, na altura com 37 anos e vencedor também do Australian Open, a conquistar um título Major.

Federer, que também se torna no primeiro tenista desde Mats Wilander (Roland Garros 1982) a derrotar quatro atletas do top-10 mundial rumo a um título do Grand Slam e junta-se a Pete Sampras (US Open 2002) como únicos 17.º cabeças de série a triunfar numa prova desta categoria, é, no cômputo geral, o segundo campeão de Majors mais velho de todos os tempos (só superado por Ken Rosewall — US Open 1970, Australian Open 1971 e Australian Open 1972).

About Author

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 2.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante da modalidade desde a adolescência.

Leave A Reply

Licença Creative Commons
O conteúdo produzido pelo Ténis Portugal não pode ser modificado sem autorização por parte do responsável do projeto; para efeitos de divulgação, reprodução e utilização não comercial, requer-se a referência ao Ténis Portugal. Licença Creative Commons Attribution - Non Commercial - No Derivatives - 4.0 International.