Rankings nacionais de 2017 já estão disponíveis para consulta

0

Foram esta terça-feira publicados pela Federação Portuguesa de Ténis os rankings nacionais provisórias dos escalões de sub 12, sub 14, sub 16, sub 18, seniores, veteranos +35, +40, +45, +50, +55, +60 e +65 (todos eles quer em masculinos, quer em femininos), que estão também disponíveis para consulta neste artigo publicado pelo Ténis Portugal com o apoio da FPT:

Antes de consultar as tabelas publicadas pela FPT, tenha em conta que se tratam das classificações provisórias, sendo que as definitivas apenas entrarão em vigor e serão publicadas no dia 26 de janeiro. Como informa o órgão máximo do ténis em Portugal, “a data limite para receção de reclamações é dia 24 de janeiro” (com nome de jogador, n.º de licença, n.º e nome do torneio e motivo para o endereço [email protected]).

Para consultar a classificação clique em “ver classificação” no respetivo escalão (em sentido inverso, para esconder uma tabela clique em “hide”):

Seniores masculinos

Ver classificação »

Seniores femininos

Ver classificação »

Sub 18 masculinos

Ver classificação »

Sub 18 femininos

Ver classificação »

Sub 16 masculinos

Ver classificação »

Sub 16 femininos

Ver classificação »

Sub 14 masculinos

Ver classificação »

Sub 14 femininos

Ver classificação »

Sub 12 masculinos

Ver classificação »

Sub 12 femininos

Ver classificação »

VETERANOS:

+ 35 masculinos

Ver classificação »

+ 35 femininos

Ver classificação »

+ 40 masculinos

Ver classificação »

+ 40 femininos

Ver classificação »

+ 45 masculinos

Ver classificação »

+ 45 femininos

Ver classificação »

+ 50 masculinos

Ver classificação »

+ 50 femininos

Ver classificação »

+ 55 masculinos

Ver classificação »

+ 55 femininos

Ver classificação »

+ 60 masculinos

Ver classificação »

+ 60 femininos

Ver classificação »

+ 65 masculinos

Ver classificação »

+ 65 femininos

Ver classificação »

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.