Australian Open aumenta prize money e chega aos 50 milhões de dólares

0

A organização do Australian Open anunciou, na madrugada desta quarta-feira, a subida dos prémios monetários da edição de 2017, com foco nas primeiras rondas e ainda o qualifying. Desta forma, o primeiro Major da época pretende ajudar os jogadores que têm dificuldades em suportar os custos de uma carreira e, também, combater as apostas ilegais e manipulações de resultados.

No comunicado divulgado, Craig Tiley, diretor do torneio, anunciou que o torneio chegará so 50 milhões de dólares em prémios monetários, ultrapassando os 46,3 que o US Open de 2016 distribuiu para se tornar no evento do Grand Slam com maior prize money da história.

Os campeões de singulares passarão a receber 3,7 milhões de dólares (em Nova Iorque, Angelique Kerber e Stan Wawrinka arrecadaram 3,5/cada), mas a maior diferença está nas rondas de qualificação, onde existirá um aumento de 39% dos prémios monetários.

Já no quadro principal, os jogadores eliminados na primeira eliminatória passarão a receber 50.000 dólares ao invés dos 38.500 que recebiam em 2016; na segunda ronda, a quantia aumenta de 67.700 para 80.000. Na terceira fase, o prémio passa dos 108.000 para os 130.000 e, nos oitavos de final, dos 193.000 para os 220.000 dólares. Nas rondas seguintes, verifica-se um aumento de 9%.

“Era especialmente importante para nós aumentar a compensação para os jogadores que disputam o qualifying e/ou perdem nas primeiras rondas do quadro principal e este ano conseguimos fazê-lo de forma significativa. Estamos constantemente à procura de formas de melhorar a vida dos jogadores no circuito e não apenas dos top100. Isto inclui aumentar o prize money e reduzir o máximo de custos possíveis implicados ao participarem no nosso torneio”, disse Tiley.

O diretor do Australian Open confessou ainda que o objetivo da direção da prova “é assegurar que a carreira tenística é viável para os melhores jogadores e jogadoras e também assegurar que existem as mesmas oportunidades, exposição e prémios para todos.”

Nos últimos 16 anos, o Australian Open conseguiu triplicar os prémios que oferece aos jogadores; só nos últimos três anos, verificou-se um aumento de 10 milhões de dólares.

About Author

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.

Leave A Reply

Licença Creative Commons
O conteúdo produzido pelo Ténis Portugal não pode ser modificado sem autorização por parte do responsável do projeto; para efeitos de divulgação, reprodução e utilização não comercial, requer-se a referência ao Ténis Portugal. Licença Creative Commons Attribution - Non Commercial - No Derivatives - 4.0 International.