Portugal garante duas duplas nos quartos de final do Mundial de Padel

0

O World Padel Championships (Campeonato do Mundo de Padel) registou hoje um dia menos positivo para as cores portuguesas, que entraram em acção por equipas, mas que acabaram por sair derrotadas, tanto em femininos como em masculinos. Na competição de pares, Diogo Rocha e Miguel Oliveira e Pedro Plantier e Tiago Santos, garantiram um lugar nos quartos-de-final.

Diogo Rocha e Miguel Oliveira, que defendem o estatuto de 3º cabeças-de-série, venceram os compatriotas Vasco Pascoal e Francisco Neves por 6/3 e 6/1, alcançando assim os quartos-de-final, onde defrontam Carlos Zahri e Javier Valdés, uma dupla chilena.

Quem também conquistou um lugar nos quartos-de-final foram Pedro Plantier e Tiago Santos, que venceram Herbert Justus e Fabian Schmidt, alemães, por 7/5 e 6/4, indo agora defrontar os brasileiros João Pedro Flores e Stefano Flores, que deixaram já pelo caminho os 2º cabeças-de-série.

Com as cores portuguesas, na competição de pares, ficaram pelo caminho, Diogo Schaefer e João Bastos, que cederam frente a Bruno Nakid e Lucas Cunha pelos parciais de 6/3 e 6/3. Os quartos-de-final desta vertente disputam-se na Quinta-Feira, 17 de Novembro.

Em pares femininos, Portugal já não tinha duplas em prova, depois das derrotas de Kátia Rodrigues e Sofia Araújo frente a Silvana Campus e Virginia Riera por 6/0 e 6/2, de Tânia Couto e Ana Sofia Gonçalves frente a Catalina Tenorio e Cecilia Reiter por duplo 6/0 e de Susana Dias e Laura Martins, frente a Elisabeth Amatriain e Patricia Llaguno também por 6/0 e 6/0.

Portugal joga futuro por equipas amanhã

Na competição por equipas, o prato forte deste World Padel Championships que se joga na Quinta da Marinha, com organização de João Lagos em parceria com a Federação Portuguesa de Padel, em femininos, Portugal perdeu frente ao Brasil por 3-0, entrando assim com o “pé errado” na competição.

Kátia Rodrigues e Sofia Araújo perderam frente a Cristina Lima de Oliveira e Gabriela Barreto por 6/4, 3/6 e 6/4, num encontro muito disputado, enquanto Diana Silva e Sofia Gonçalves saíram derrotadas frente a Rafaella Silva e Mariana Altmayer por 6/2 e 6/4. No terceiro par, Margarida Fernandes e Filipa Mendonça não conseguiram dar a volta a Andreia de Matos e Manuela Silva, cedendo por 6/4, 3/6 e 6/4, resultado idêntico ao de Kátia Rodrigues e Sofia Araújo.

E se no encontro frente ao “país-irmão”, Portugal não conseguiu vencer, em masculinos, frente ao “país-vizinho” também não, averbando também uma derrota por 3-0. No primeiro par, Diogo Rocha e Miguel Oliveira cederam frente a Juan Diaz Martinez e Francisco Compan por 6/2 e 6/4. No segundo encontro, Vasco Pascoal e João Bastos perderam frente a Juan Petruf e Matias Sangiorgio por 6/1 e 6/3, com Aday Santana Ferrero e Guillermo Rodriguez a estabelecer o resultado final, ao vencerem Pedro Plantier e Tiago Santos por 6/1 e 6/3.

Amanhã as equipas portuguesas voltam a entrar em acção num dia decisivo em que se ficam a conhecer as equipas apuradas para a fase final. Em masculinos, Portugal defronta a Alemanha pelas 11h e o Brasil pelas 18h. Já em femininos, Portugal joga a partida decisiva frente ao Paraguai, pelas 10h.

About Author

Colaborador desde 2014. Praticou ténis durante mais de dez anos e é o vice-presidente do clube de ténis da sua terra natal, Almeirim, tendo já colaborado com várias publicações da modalidade.

Leave A Reply

Licença Creative Commons
O conteúdo produzido pelo Ténis Portugal não pode ser modificado sem autorização por parte do responsável do projeto; para efeitos de divulgação, reprodução e utilização não comercial, requer-se a referência ao Ténis Portugal. Licença Creative Commons Attribution - Non Commercial - No Derivatives - 4.0 International.