Maria João Koehler: “É um título especial e com muito prestígio”

0

BELOURA – Para Maria João Koehler, não há cinco sem seis e, assim, a jogadora natural do Porto chegou ao sexto título no Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto 2016. Depois da final, a primeira cabeça de série da prova falou com o Ténis Portugal.

“É um título especial e com muito prestígio”, começou por dizer Maria João Koehler. “Apesar de às vezes não estarem cá todos os jogadores, valorizo bastante a prova e acho que é importante fazê-lo e estar presente porque há todo um investimento de patrocinadores para que isto aconteça e também para os meus patrocinadores, família e amigos me verem jogar.”

Depois de duas finais em duas semanas, a primeira no ITF de Ponta Delgada, nos Açores, Koehler confessou estar “muito cansada fisicamente e com algumas dores no joelho. Vou ver o que é que tenho, o que é que não tenho na próxima semana. Já tinha chegado ao final da semana anterior muito cansada, cheguei no domingo às duas da manhã e joguei logo na terça, em pisos diferente e, e por isso foi precisa jma adaptação diferente mas felizmente correu tudo bem.”

Com a vitória sobre Rita Vilaça, Maria João Koehler regressou aos títulos no Campeonato Nacional Absoluto e agora, com mais jogos “nas pernas”, reconhece sentir-se “bastante mais confiante e novamente a discutir de estar no court novamente e e a ganhar sensações novas e a acrescentar coisas novas ao meu jogo, que está a evoluir.”

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.