Novak Djokovic: “Foi talvez o melhor momento da minha carreira”

0

Depois de conquistar o único Major que lhe faltava no palmarés e ter concluído o Grand Slam de carreira após de derrotar na final Andy Murray em quatro partidas, Novak Djokovic mostrou-se bastante satisfeito com o feito alcançado e admitiu em declarações feitas ainda dentro do court, que esta vitória é possivelmente a mais marcante da sua carreira.

É um momento muito especial para mim, talvez o melhor da minha carreira. O mais importante para mim hoje foi sentir o que eu senti, pela primeira vez aqui em Roland Garros. Desenhei o coração no court como o Guga (Gustavo Kuerten) fez, ele deu-me permissão“, brincou o número um mundial.

Quanto ao jogo em si, Djokovic afirmou ter-se sentido a jogar bastante bem a partir do início do segundo set até ao 5-2 na quarta partida, momento em que acusou um pouco a pressão de ter de fechar o encontro e selar uma das mais importantes vitórias da sua carreira.

Desde que entrei no ritmo durante o segundo set, até ao 5-2 do quarto set joguei muito bem. Senti-me muito bem e muito confiante dentro do campo, mas depois, quando se aproximou o momento de fechar e desperdicei dois match points acusei um pouco o momento. Quando consegui conluir, foi um momento incrível” disse o tenista sérvio que ainda deixou uma bonita palavra a Andy Murray.

Foi um prazer disputar esta final contigo, tenho a certeza que te vamos ver a levantar grande troféus no futuro“, concluiu.

 

Leia também:

About Author

A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.