Árbitro suspenso pela ITF ainda arbitrou no US Open e em Doha

0

Três dias depois do The Guardian ter publicado uma notícia em que dava conta da até então suspensão secreta da ITF a dois árbitros internacionais, esta sexta-feira o mesmo jornal britânico anuncia que, apesar do castigo, Denis Pitner ainda esteve no US Open e no ATP 250 de Doha, já este ano.

A suspensão secreta e válida por um ano fora aplicada em agosto e, por isso, o árbitro croata não poderia trabalhar em qualquer torneio profissional até agosto de 2016, mas ainda assim conseguiu estar em campo como juiz de linha no US Open, um dos maiores torneios do mundo, que não se apercebeu da situação e agora reage em choque, como a United States Tennis Association fez saber ao The Guardian.

“Como determinámos nos últimos dias, depois de investigarmos o caso, o Sr. Denis Pitner foi aprovado para a equipa de juízes de linha do US Open a 13 de julho [2015]. A USTA recebeu a notificação de que o Sr. Pitner fora colocado na lista de juízes a não poderem ser acreditados a 24 de agosto. O Sr. Pitner já tinha levantado a sua credencial quando a USTA foi notificada e, devido a uma falha no nosso processo, que estamos agora a investigar, a mesma não foi cancelada automaticamente. Foi por isso que ele trabalhou no torneio”, explicou a entidade que rege o ténis nos Estados Unidos da América.

Depois do US Open, Pitner ainda voltou a pisar um court de ténis como juiz oficial quando não o devia fazer. Aconteceu já este ano, em Doha, no Qatar — um torneio que contou com nomes como os de Novak Djokovic e Rafael Nadal. A ATP justificou a presença do árbitro no evento de categoria 250 como “resultado de uma falha nos procedimentos de distribuição e acreditação de árbitros”, garantindo que todo o sistema será revisto para que situações semelhantes não voltem a ser verificadas.

Para além das presenças indevidas no US Open e em Doha, Denis Pitner foi também árbitro de cadeira num torneio sénior (para jogadores com mais de 70 anos) de carácter amador organizado pela ITF na Croácia, sendo que também a Federação Croata de Ténis, notificada apenas em setembro, falhou no barramento da sua credencial.

Clique aqui para ficar a saber tudo sobre os episódios de combinação e manipulação de resultados que têm sido revelados nas últimas semanas.

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

gasparlanca@tenis-portugal.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.