João Domingues. Quem sabe nunca esquece

0

Quatro anos depois, João Domingues volta a sentir o sabor da vitória final no Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto. O campeão nacional absoluto de ténis de 2011 conquistou a edição deste ano da prova “rainha” da Semana do Ténis & Padel, naquela que foi a sua terceira final consecutiva na competição.

Pela frente estava nada mais nada menos que o jovem tenista sensação do torneio, Francisco Cabral, carrasco de Frederico Gil na primeira eliminatória, mas João Domingues desde cedo mostrou ao que vinha. Com uma exibição segura, o atleta do Clube de Ténis de Azeméis derrotou o jogador do Clube de Ténis do Porto, com os parciais de 6-3 e 6-1.

Com a vantagem de um break conseguida logo no início do encontro, Domingues ‘ameaçou’ fugir no marcador e foi isso que, jogo a jogo, conseguiu fazer. Mais autoritário, consistente e confiante do que o adversário, o jogador que já este ano representou Portugal na Taça Davis (no Jamor, frente a Marrocos) fechou a final com um segundo parcial de sentido único marcado pela inconsistência de Cabral, que hoje se apresentou com uma estratégia diferente, baseada na procura da finalização rápida às primeiras pancadas.

Na próxima semana, o número 497 mundial joga em “casa”, no Open de Azeméis – torneio de 15 mil dólares que acontece entre os dias 28 de setembro e 4 de outubro, no Clube de Ténis de Azeméis.

[João Correia com Gaspar Lança]

Leia também:

About Author

Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação pelo ISCTE. Considera-se um privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.