Bárbara Luz. Dois anos, dois títulos no Nacional Absoluto

0

Pelo segundo ano consecutivo, Bárbara Luz Medeiros é a grande vencedora do quadro principal de singulares femininos do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto. A jogadora conimbricense derrotou Inês Murta este sábado, no CIF – Club Internacional de Foot-ball, para revalidar o título conquistado em 2014.

De um lado da rede estava a experiência de Luz Medeiros, que disputava a sua quarta final. Do outro, a vontade de Murta, vice-campeã em título e primeira cabeça de série da edição deste ano. Num jogo que se adivinhava equilibrado, o melhor aproveitamento de oportunidades de quebra de serviço foi fundamental para que a mais experiente das jogadoras vencesse, com os parciais de 5-7, 6-2 e 6-2, para sair do clube de Lisboa com mais um título de campeã.

A final deste domingo foi marcada pelas iniciativa ofensivas de Murta, que já este verão vencera o Campeonato Nacional de Juniores, e a consistência de Luz Medeiros, que poucas bolas enviou para fora das linhas, conseguindo assim contrariar o ténis da algarvia num duelo  muito semelhante ao da última época e também marcado pelo ‘confronto’ entre técnicos: de um lado, Emanuel Couto, um dos treinadores que acompanham Inês Murta agora que a algarvia se muda para Lisboa); na outra extremidade da bancada, Pedro Cordeiro, ex-selecionador nacional e treinador de Luz no Sport Club do Porto.

Depois de duas finais perdidas para Maria João Koehler, Bárbara Luz Medeiros soma agora dois troféus de campeã em duas finais disputadas contra Inês Murta, mas há mais… É que ainda hoje, sábado, as duas voltarão ao court para, ao lado de Cláudia Gaspar e Sofia Sualehé, respetivamente, lutarem pela competição de pares.

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.