Marin Cilic conquista primeiro Grand Slam em Nova Iorque

0

Há coisas que deixam um ser humano boquiaberto. Enquanto no ano passado assistia à final do US Open pela televisão após ter acusado positivo num controlo anti-doping realizado pela ITF, esta segunda-feira o croata Marin Cilic fez parte da decisão inédita em Nova Iorque e conquistou mesmo de forma irrepreensível o seu primeiro torneio Major.

Guiado sob a batuta do seu compatriota Goran Ivanisevic, Cilic levou a melhor diante do japonês Kei Nishikori, primeiro tenista masculino asiático a atingir uma final de um Grand Slam, com um triplo 6-3 numa das finais mais curtas da história do US Open (1h54).

Em jogo um inédito troféu dos quatro mais importantes em todo o mundo, sendo esta a primeira derradeira discussão entre dois jogadores fora do top 10 em Flushing Meadows desde 1997 (Patrick Rafter derrotou Greg Rusedski), o gigante croata não teve quaisquer dificuldades em vencer Nishikori. Aliado ao seu enorme serviço, que esteve bastante bem ao longo do evento nova-iorquino, Marin aproveitou as oportunidades criadas com a sua resposta em todo o duelo e converteu um break, que se revelou suficiente, no primeiro e terceiro parciais. Na segunda partida, Cilic chegou inclusive a assegurar dois jogos de serviço por parte de Kei e, deste modo, o japonês não teve muitas chances de recuperar a sua posição num embate jogado em estado de graça pelo croata de 25 anos.

Não só Marin Cilic inscreve o seu nome no palmares do ténis mundial quanto a vencedores de Grand Slam, como também irá subir desde o 16º posto do ranking até ao top 10. Kei Nishikori, por sua vez, perde a sua primeira final de nível Major, mas irá fixar-se como número 8 do mundo pela primeira vez na sua carreira.

Leia também:

About Author

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 2.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante da modalidade desde a adolescência.