“Foi uma grande final”, diz Roger Federer

0
Roger Federer foi hoje derrotado na final de Wimbledon pelo sérvio Novak Djokovic, pelos parciais de 7-6(7) 4-6 6-7(4) 7-5 4-6. Contudo, o suíço revela-se feliz pelo que alcançou nos courts do All England Club.
“Eu penso claramente que ambos saímos daqui contentes. Quero dizer, ele mais contente do que eu. Mas, no geral, estou feliz”, adiantou o suíço, que procurava o oitavo troféu no mais antigo e prestigiado torneio da modalidade.
Porém, o antigo número 1 mundial não se mostrou muito satisfeito com o seu nível de jogo apresentado este domingo: “Não sinto que tenha jogado o meu melhor ténis. Não consegui um break em três sets. Mas foi um grande jogo e gostei de ter feito parte dele”, salientou.
Ainda em conferência de imprensa, o heptacampeão de Wimbledon deixou elogios ao seu adversário e diz ter voltado a sentir o carinho do público. Apenas posso congratulá-lo [Djokovic] hoje. Excelente jogo, excelente torneio, foi merecido. Definitivamente, voltei a sentir o carinho do público aqui. Fiquei muito satisfeito. Até ao próximo ano”, completou o vencedor de 17 títulos do Grand Slam, que vai regressar ao terceiro lugar da hierarquia mundial na próxima actualização do ranking ATP World Tour, ultrapassando o seu compatriota, Stanislas Wawrinka. Federer recupera também o estatuto de número um suíço.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.