Na luminosa Paris, Maria brilha

0
Três anos, três finais, dois títulos. De um momento para o outro, Maria Sharapova deixou de ser considerada uma cow on ice (expressão utilizada pela própria quando, há anos, comentava a sua movimentação no pó de tijolo) e é agora uma verdadeira rainha da terra batida. Dentro e fora do court, a jogadora russa brilhou e despediu-se de Paris com uma sessão fotográfica que faz jus à sua beleza.
Pensar em Sharapova sem pensar em domínio nas superfícies rápidas em detrimento do piso mais lento era inadmissível. Pelo menos, até há pouco mais de um par de anos, quando a agora única tenista russa (homem ou mulher) da história a vencer por duas vezes o mesmo torneio do Grand Slam começou a dominar nos micro pedaços de argila.Paris é sinónimo de Maria Sharapova: elegante, viva, única. Como tal, seria difícil arranjar um melhor palco para o consagrar de uma recuperação notável após mais uma ausência devido a uma lesão no ombro. Mesmo tendo Halep pela frente, que não havia cedido qualquer set até à grande final e se prestou a uma enorme recuperação na segunda partida, a Musa russa manteve-se cintilante e só parou quando o seu brilho foi unido ao do troféu de campeã.

Mas quem a conhece sabe que Sharapova não consegue parar verdadeiramente de brilhar. De raquete na mão ou com saltos calçados e um vestido vistoso, tem em si o poder de encantar qualquer um. Foi assim que se apresentou na tradicional sessão fotográfica na Torre Eiffel, é assim que continuará a apresentar-se ao mundo. Quer ganhe quer perca, atravesse uma fase positiva ou menos feliz, Maria nunca desilude nenhum dos seus fiéis seguidores.

Fotografia: Divulgação

 

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.