Maria Sharapova revalida título em Paris

0
Em 2012, Maria Sharapova ergueu os braços e celebrou ‘na terra’ a conquista do seu primeiro título em Roland Garros. Na altura, valia-lhe o Grand Slam de carreira. Hoje, dois anos depois, a tenista russa derrotou Simona Halep para garantir o seu quinto triunfo em finais de torneios da categoria mais elevada e confirmar uma temporada de terra batida quase perfeita.
Actualmente no oitavo posto do ranking mundial feminino (fruto da ausência da maioria dos torneios do segundo semestre de 2013 devido a uma lesão no ombro), a jogadora russa de vinte e sete anos não teve uma tarefa fácil pela frente e foi forçada a disputar três longas e muito equilibradas partidas para derrotar a romena Simona Halep, por 6-4 6-7(5) 6-4 ao cabo de três horas e dois minutos de encontro, naquela que foi a primeira final feminina de Roland Garros disputada em três sets desde 2001 e que contou com uma grande adesão por parte dos quase 15.000 espectadores presentes nas bancadas.

Desde o início, o público do Court Philippe Chatrier pode assistir a um bom ténis e viu Halep entrar em campo com nervos de aço para se tornar na primeira jogadora a conquistar uma quebra de serviço. No entanto, a experiência de Sharapova viria, depois, a falar mais alto e seria mesmo a ex-número um mundial quem estaria melhor na fase final do parcial (vencendo cinco jogos consecutivos para confirmar a recuperação), sendo que no set seguinte os papéis se inverteriam em pleno tiebreak para, no derradeiro set, a russa voltar a impor a sua superioridade.

Sem qualquer set perdido em Roland Garros no ano de 2014, Halep chegava à final como a jogadora em melhor forma e “sem nada a perder” mas, apesar da muito boa exibição e recuperação no segundo parcial, não conseguiu levar a melhor e triunfar perante a russa, que regressa assim ao quinto posto do ranking em vésperas do torneio de Wimbledon. O desaire não impede a romena de atingir um novo máximo de carreira na próxima actualização: aparecerá fixa na terceira posição.
De volta a Maria Sharapova, é a partir de hoje a segunda tenista da história com maior premiação no circuito feminino (apenas atrás de Serena Williams) e passa a contar com cinco títulos do Grand Slam ganhos em nove finais disputadas: Wimbledon 2004, US Open 2006, Australian Open 2008, Roland Garros 2012 e 2014.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.