Ferrer ‘perseguido’ por agente antidoping

0
David Ferrer, um dos melhores jogadores dos últimos anos e actual número três mundial, confessou esta semana ter sido perseguido por um agente de controlo antidoping durante uma das suas sessões de treino físico para os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.
Numa altura em que o sistema de prevenção ao consumo ilegal de substâncias é bastante criticado por várias personalidades relacionadas ao desporto, o atleta espanhol confessou que foi abordado por um agente a meio de uma corrida de preparação que realizava com Alex Corretja (treinador da selecção espanhola na altura): “Fomos correr durante meia-hora e, de repente, um senhor de cerca de 40 anos pediu-me para fazer um controlo antidoping no momento.”
Surpreendido pelo pressa e insistência do agente, que afirmou por várias vezes não poder sair de perto do tenista espanhol, Ferrer teve então de assinar um papel antes de poder prosseguir com a sua corrida para, no final, proceder então à realização do exame.
Ainda na mesma entrevista ao Tennis Topic, David Ferrer deixou claro que é controlado várias vezes ao acordar, como já havia sido confessado por Roger Federer, Andy Murray e Rafael Nadal, entre outros: “Somos muito controlados e, por vezes, de madrugada.”
Fotografia de dgjourney gentilmente cedida ao Ténis Portugal.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.