Pavlyuchenkova campeã do Portugal Open

0


Anastasia Pavlyuchenkova é a grande campeã do Portugal Open 2013! Este sábado, em pleno Court Central do Complexo de Ténis do Jamor e com o sol a marcar presença durante todo o encontro, a jogadora russa impôs-se perante a espanhola Carla Suarez Navarro para conquistar pela primeira vez na sua carreira o troféu de campeã do torneio português.
Terceira cabeça de série e décima nona colocada no ranking mundial feminino, a jogadora russa de vinte e um anos (que ao longo da semana contou com o apoio de Martina Hingis, a sua treinadora) precisou de apenas duas partidas e uma hora e trinta e seis minutos para vencer a espanhola Carla Suarez Navarro, quarta cabeça de série e vice-campeã em título, por 7-5 6-2.
Ao longo de toda a final, Pavlyuchenkova alinhou um ás e venceu 70% dos pontos que disputou com o seu primeiro serviço, tendo convertido quatro dos oito break points de que dispôs e salvo seis dos sete que enfrentou, o que resultou no triunfo em 82 dos 149 pontos que foram disputados.
Após o encontro, a jogadora russa mostrou-se muito satisfeita com a conquista do seu primeiro troféu em terra batida: “Estou muito feliz por ter a taça à minha frente. Mais uma vez, comecei mal o encontro e fiquei chateada por isso acontecer novamente, mas consegui manter-me relaxada e dar a volta a um encontro contra uma jogadora muito difícil de defrontar e que tem vindo a jogar muito bem.”
O triunfo permite a Anastasia Pavlyuchenkova conquistar o quinto título da sua carreira  o segundo na presente temporada (já havia vencido em Monterrey). Apesar da vitória na localidade mexicana, a jogadora russa não havia, no entanto, levado a melhor num evento em que Martina Hingis estivesse presente, tendo agora de se preparar para disputar a primeira ronda do Premier de Madrid frente à bielorussa Victoria Azarenka.
Já Carla Suarez Navarro, que perdeu a sua quinta final (segunda seguida em Oeiras), não escondeu estar desapontada: “Joguei bem no início do primeiro set e estive muito bem no serviço, mas piorei quando tive os set points. No final a Nastia conseguiu jogar melhor e eu perdi animicamente, mas apesar de tudo foi uma grande semana e é sempre complicado chegar à final. Saio triste por hoje, mas foi uma ótima semana.”

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.