Wawrinka trava Gastão nos ‘quartos’

0
Stanislas Wawrinka colocou esta tarde um ponto final na campanha de Gastão Elias no Portugal Open 2013. Segundo cabeça de série do evento português, o tenista suíço mostrou mais uma vez todo o seu potencial e carimbou pelo segundo ano consecutivo o apuramento para as meias-finais da prova, num dia que ficou ainda marcado pelo falecimento do CEO da ATP, Brad Drewett, devido a Esclerose Lateral Amiotrófica.
Actualmente no décimo sexto posto da tabela individual classificativa e segundo pré-designado do torneio português, Stanislas Wawrinka precisou de se aplicar para se impôr perante o jovem português Gastão Elias, que com a chegada aos quartos-de-final garante desde já a subida ao centésimo primeiro posto do ranking ATP.
O começo foi favorável ao português, que conseguiu quebrar de entrada para se adiantar no marcador, mas o suíço, campeão olímpico de pares há cinco temporadas e protagonista de alguns dos melhores encontros da presente temporada, não tardou em entrar completamente na partida e levar a melhor sobre Elias, pelos parciais de 6-4 6-4 e após uma hora e onze minutos de encontro.
Em conferência de imprensa, Wawrinka começou por elogiar o atleta português, com quem mediu forças pela primeira vez na siua carreira: “Ele está a jogar muito bem. É um bom jogador, muito novo, e tem muita margem para progredir.” O jogador suíço fez ainda uma análise à sua fase actual: “Sinto-me confiante com o meu jogo, mais do que no ano passado. Comecei a trabalhar com um novo treinador para melhorar em alguns aspectos e para não perder encontros tão equilibrados como já perdi este ano, sinto que estou a melhorar.”
Já Gastão Elias, reconheceu ter defrontado “um adversário bem diferente de todos os outros” que defrontou: “Ele é muito bom e sente-se a diferença nos golpes, está num outro nível. Eu acho que fiz um bom jogo e fiquei contente com a minha performance.”
Nas meias-finais de amanhã, Stanislas Wawrinka defrontará na jornada de amanhã o espanhol Pablo Carreño-Busta, oriundo da fase de qualificação e carrasco de Fabio Fognini (quarto cabeça de série) na jornada de hoje, pelos parciais de 3-6 6-4 6-4.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.