Antevisão da final feminina de Wimbledon

0

Agnieszka Radwanska e Serena Williams. Este sábado, as duas jogadoras entrarão no Centre Court do All England Launge Tennis Club e estarão a apenas dois sets de vencerem a edição de 2012 de Wimbledon, o terceiro torneio do Grand Slam da temporada.
A polaca disputa a primeira final da sua carreira em torneios major, depois de ter vencido o seu jogo de estreia em meias-finais, enquanto a norte-americana procura chegar ao quinto título no torneio britânico, o décimo quarto em provas do Grand Slam.
Em jogo estará também a nova número um mundial: em caso de vitória da tenista polaca, será ela mesma a ascender ao topo do ranking (com Victoria Azarenka a manter o segundo lugar e Maria Sharapova a passar para a terceira posição), enquanto que se Serena Williams ganhar, Azarenka retomará a liderança da hierarquia, ficando seguida de Radwanska.
[3] Agnieszka Radwanska vs [6] Serena Williams
Serena Williams lidera o confronto directo por 2-0 (vitórias em Berlim [terra batida, 2008]e Wimbledon [relva, 2008]).

Agnieszka Radwanska: 10 títulos, 2 vice-campeonatos. Melhor resultado em Wimbledon: quartos-de-final (2008 e 2009).

Serena Williams: 41 títulos, 15 vice-campeonatos. Melhor resultado em Wimbledon: campeã (2002, 2003, 2009 e 2010).

O confronto directo e o historial na modalidade dão clara vantagem a Serena Williams, que no seu último encontro (frente a Victoria Azarenka, nas meias-finais) bateu o record de ases apontados num jogo feminino, conseguindo servir vinte e quatro vezes sem resposta da adversária.

O ténis consistente de Radwanska será crucial para as ambições da polaca que, mesmo que se consiga exibir ao seu melhor nível, deverá ter muitas dificuldades impostas do outro lado da rede. Afinal, Serena Williams parte como clara favorita para o encontro e uma vitória em dois sets relativamente fáceis não seria de estranhar, dado o actual momento de forma da norte-americana (que parece determinada em fazer esquecer a derrota na final do último US Open, perante o seu público, para a australiana Samantha Stosur).

Leia também:

About Author

Gaspar Ribeiro Lança

[email protected] | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. Mais, sempre mais. Foi com o objectivo de fazer chegar este capítulo do desporto a mais adeptos que fundei o Ténis Portugal em 2010. Cinco anos depois, fui convidado a ser co-responsável pela redação dos conteúdos do website, newsletter e redes sociais do Millennium Estoril Open.