Stosur e Errani nas meias-finais em Paris

0
A australiana Samantha Stosur e a italiana Sara Errani carimbaram ao início de tarde desta terça-feira o apuramento para as meias-finais de Roland Garros 2012, o segundo Grand Slam da temporada, com vitórias em duas partidas. Os restantes dois encontros dos quartos-de-final serão disputados ao longo desta quarta-feira, com Maria Sharapova e Petra Kvitova a procurarem confirmar o estatuto de favoritas diante de Kaia Kanepi e Yaroslava Shvedova.
Finalista do torneio em 2010, Samantha Stosur procura vencer o segundo Grand Slam da carreira (depois da vitória em Flushing Meadows, em 2011) e hoje colocou-se a apenas duas vitórias de o conseguir. Sara Errani procura repetir os feitos da sua compatriota Schiavone e chegar à final do torneio parisiense, naquela que já é a sua melhor prestação em torneios Major de sempre.
A defender o estatuto de sexta cabeça de série, Stosur tinha pela frente a eslovaca Dominika Cibulkova, décima quinta candidata ao título, que deixou pelo caminho a bielorrussa Victoria Azarenka, número um mundial. Após um bom começo, a experiente jogadora australiana tremeu e sofreu o break quando servia a 5-2 na primeira partida, mas acabou por conseguir recuperar o ascendente do encontro e selou a vitória ao cabo de uma hora e vinte e cinco minutos, por 6-4 6-1.
Errani conta já com três vitórias em torneios de terra batida na presente temporada e, depois de ter atingido (em Melbourne, há pouco mais de quatro meses) os primeiros quartos-de-final da sua carreira em Grand Slams, procura a sua primeira final em torneios desta categoria, num trajecto em que já eliminou as ex-campeãs Ana Ivanovic e Svetlana Kuznetsova (2008 e 2009, respectivamente). No dia de hoje, a italiana derrotou Angelique Kerber, décima cabeça de série e vinda da Alemanha, por 6-3 7-6(2).
Amanhã, a partir das 13 horas em Portugal Continental, Maria Sharapova e Kaia Kanepi discutirão o acesso às meias-finais no court Philippe Chatrier, enquanto Petra Kvitova e Yaroslava Shvedova entram à mesma hora em campo mas no court Suzanne Lenglen.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.