Juan Martin Del Potro bicampeão no Estoril Open

0

O argentino Juan Martin Del Potro, décimo segundo classificado no ranking mundial ATP World Tour e melhor tenista argentino da actualidade, sagrou-se esta tarde bicampeão do Estoril Open, ao derrotar na final o francês Richard Gasquet por 6-4 6-2, depois de uma hora e vinte e sete minutos de jogo.
A defender o estatuto de primeiro cabeça de série do torneio, Juan Martin Del Potro tinha pela frente na final o gaulês Richard Gasquet, segundo candidato ao título e décimo oitavo colocado na hierarquia individual masculina (o quarto melhor tenista do seu país na tabela). Favorito à vitória, o tenista argentino conseguiu quebrar o serviço do seu adversário no jogo inaugural de cada set; no segundo parcial Del Potro foi mais longe e conseguiu ainda outro break, quando Gasquet servia a 3-1. Sem qualquer pressão sobre o seu serviço (dado que o seu adversário não dispôs de nenhum break point), o campeão de 2011 conseguiu caminhar facilmente rumo à revalidação do título, igualando os feitos de Carlos Costa (vencedor em 1992 e 1994, Thomas Muster (campeão em 1995 e 1996) e Albert Montañes (que triunfou em 2009 e 2010).
A ‘Torre de Tandil’, que em 2010 chegou a ocupar a quarta posição do ranking mundial, conquistou assim o décimo primeiro título da sua carreira (o segundo da temporada, depois de Marselha), onde também consta a vitória no US Open de 2009. Já Richard Gasquet perdeu a nona final da sua carreira (contra as cinco de Del Potro), e continua sem vencer um título desde Nice, em 2010 – prova em que conquistou o seu sexto troféu profissional.
Em conferência de imprensa, Juan Martin Del Potro mostrou-se bastante satisfeito por conquistar o seu segundo título consecutivo no Estoril Open: “Estou muito feliz por conseguir vencer o torneio outra vez. Parabéns ao Richard, que fez um torneio muito bom. Tentei jogar o meu melhor e servir bem e estou contente por ter conseguido derrotar o Richard Gasquet em terra batida. Todas as finais são difíceis e acho que joguei melhor do que em Marselha [quando conquistou o primeiro título na presente temporada].” Questionado sobre o regresso ao Estoril Open na próxima temporada, para tentar conquistar pela primeira vez na história do torneio português um terceiro título, o tenista argentino deixou tudo em aberto. “Gosto muito do torneio, é muito simpático e gosto de jogar aqui, gostaria de voltar muitas mais vezes, mas depende sempre do calendário.”

Richard Gasquet, que perdeu a sua segunda final no Estoril Open, admitiu ter sido inferior a Del Potro e mostrou-se satisfeito pela campanha que fez, apesar da derrota na final: “Ele tem um serviço muito forte e uma direita e uma esquerda muito boas, jogou melhor e mereceu ganhar esta final. Fiz quatro bons jogos, cheguei à final e, apesar da derrota, foi uma boa preparação para os próximos torneios. Agora vou tentar melhorar e estar pronto para Paris.” À procura de uma justificação para o elevado números de finais perdidas, o tenista francês referiu o nome de alguns dos jogadores que o derrotaram nos derradeiros encontros: “Perdi uma final com o Djokovic, duas com o Federer, duas com o Del Potro… [tendo ainda sido derrotado por Jérôme Haehnel, David Ferrer, Marcos Baghdatis e Nicolas Almagro].”
Na próxima semana, Juan Martin Del Potro (que subirá até ao décimo primeiro lugar do ranking) e Richard Gasquet jogarão o ATP Masters 1000 de Madrid, onde terão pela frente, respectivamente, Florian Mayer e Thomaz Bellucci.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.