Victoria Azarenka campeã em Melbourne

0
A bielorrussa Victoria Azarenka sagrou-se esta manhã campeã da 86ª edição do Australian Open 2012, ao arrasar a russa Maria Sharapova na final, e será a número um mundial na próxima segunda-feira.
Actualmente na terceira posição do ranking WTA, Victoria Azarenka entrava em court para disputar a sua primeira final de torneios do Grand Slam, enquanto que do outro lado Maria Sharapova já havia conquistado três títulos (um dos quais em Melbourne, há quatro anos) e chegado a outras duas finais (uma delas novamente em Melbourne).
Com apenas vinte e dois anos (menos dois que a sua adversária), Azarenka entrou bastante nervosa no encontro e começou por sofrer um break no seu jogo de serviço inaugural (que seria confirmado pela russa no jogo seguinte), mas rapidamente encontrou a ambição que lhe é característica e, a partir do 2/2, Maria Sharapova só conseguiu ganhar mais um jogo até ao final de todo o encontro. Victoria Azarenka venceu então o torneio ao fim de apenas uma hora e vinte e dois minutos de jogo, por incríveis parciais de 6/3 e 6/0.
Com o título, o décimo da sua carreira (segundo em 2012, depois da vitória em Sydney, e o primeiro em torneios Major, Azarenka consegue um dois em um e na próxima segunda-feira será a próxima número um mundial (posição que Sharapova também teria alcançado em caso de vitória), sucedendo então à dinamarquesa Caroline Wozniacki – que nos dois últimos anos comandou o topo do ranking e foi sempre muito criticada por ainda não ter erguido um troféu num dos quatro torneios mais importantes do circuito.
Depois de Li Na (Roland Garros 2011), Petra Kvitova (Wimbledon 2011) e Samantha Stosur (US Open 2011), a jovem tenista bielorrussa é a quarta atleta consecutiva a estrear-te em conquistas deste nível. Será que em Roland Garros o ténis mundial assistirá a mais uma surpresa ou conseguirão as já habituadas a grandes conquistas voltar aos troféus?
Emocionada, Victoria Azarenka começou por atribui algum mérito à sua adversária: “Quero dar os parabéns à Maria (Sharapova) pelo torneio que realizou. De certeza que vamos jogar mais finais e desejo-lhe a maior sorte para o resto do ano. Estou contente por finalmente poder levantar este troféu, desde que venci o torneio júnior que sonhava com este momento! Muito obrigado a todos.”
Já Maria Sharapova, que fica agora com um registo de três finais ganhas (Wimbledon 2004, US Open 2006 e Australian Open 2008) e três finais perdidas (Australian Open 2007, Wimbledon 2011, Australian Open 2012), mostrou-se confiante em vencer mais torneios do Grand Slam: “Muitos parabéns à Victoria (Azarenka), aprecia este título enquanto puderes. Estar aqui depois de tantos anos é fantástico e tenho a certeza de que voltarei a pisar este palco. Obrigado aos meus pais, que sempre acreditaram em mim, e ao meu noivo.”

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.