Nadal vence Federer e está na final

0
Jogo de destaque na jornada de hoje no Australian Open. Dois dos melhores jogadores de sempre defrontaram-se nas meias finais da competição, num encontro emocionante que contou com excelentes momentos de ténis.
O suíço Roger Federer entrou muito forte no encontro, fazendo movimentar bastante Rafael Nadal e rapidamente se colocou na frente do marcador com uma vantagem de 4-1. Só que o número dois mundial não se deixou ficar e conseguiu ser mais agressivo e recuperar até 4-4. O parcial só viria a ser decidido no tie-break. Aí, Roger Federer foi superior e conseguiu segurar o set por 7-5.
Num encontro onde por vezes a emoção prevaleceu sobre a qualidade do ténis praticado, Federer parecia caminhar para a vitória quando conseguiu um break em branco no início do segundo parcial. Mas Rafael Nadal reagiu e conseguiu recuperar o break de atraso também em branco. A partir daí Federer desapareceu do encontro, cometendo imensos erros, e ‘entregando’ a segunda partida ao espanhol por 2-6.
Na terceira partida o suíço conseguiu reencontrar um pouco do seu ténis e foi dos poucos momentos onde os dois atletas conseguiram jogar perto do seu melhor ténis em simultâneo. Ambos asseguraram os jogos de serviço até 5-5, até que ao fim de um tremendo jogo de serviço Roger Federer conseguiu o break. Quando parecia ter o set na mão, deixou-se sofrer o break e levar o parcial a tie-break. Desta feita, Nadal foi muito superior e mais consistente, vencendo por 7-5.
O quarto parcial o espanhol Rafael Nadal mostrou não estar em tão má forma física como se pode pensar, alcançando bolas impossíveis e retirou confiança a Roger Federer para o mesmo subir à rede com fabulosos passing shots.
Apesar de um maior ascendente, tanto Nadal como Federer conseguiram assegurar os seus serviços até ao quatro igual. Aí, Roger Federer desperdiçou vários break points e deixou Nadal fechar o jogo, aumentado-lhe a confiança. Na pressão de servir para não perder o encontro, o suíço sucumbiu e sofreu o break, perdendo também o quarto set por 4-6.
Rafael Nadal volta a ‘destronar’ o suíço Roger Federer, num jogo marcado pela irregularidade, onde os jogadores por vez não conseguiram controlar as emoções. O espanhol tem já lugar garantido na final da 100ª edição do Australian Open, resta saber se vai defrontar Novak Djokovic ou Andy Murray. Esse respetivo encontro terá lugar na jornada de amanhã às 8 horas e 30 portuguesas.

Leia também:

About Author

Online desde 2010, o Ténis Portugal assume-se como uma publicação independente que ocupa uma posição de referência no panorama nacional tenístico.